19 de nov de 2010

A Dignidade de um Título

É comum ver um palestrante, pregador, ser apresentado com esta frase brilhante: "Ele é um verdadeiro homem de Deus." Muitas vezes me questiono sobre o que devo pensar quando alguém é descrito ou apresentado desta forma, com tanta nobreza. Após a preleção teremos uma medalha de classificação para o pregador e demais obreiros, e quem se saiu melhor naquela noite? Penso sempre que estamos colocando esta pessoa num pedestal, quem sabe até, motivando uma queda. O que significa realmente ser um homem ou uma mulher de Deus? Nos tempos da Bíblia era comum um homem de Deus receber um título de profeta. Essa palavra, "profeta" aparece 73 vezes na Palavra de Deus para descrever pessoas como Moisés, Elias e outros. Era o título dado ao representante do Altíssimo.
O livro de 2 Reis 4 relata o caso de uma mulher sunamita que observava o profeta Elias. Ela disse ao seu marido: "Vejo que este que passa sempre por nós é um santo homem de Deus."(v.9) Ela se referiu a ele como "santo", o que pode indicar que ela percebeu ser ele, não apenas um homem de Deus, mas também, um homem piedoso e temente. Em I Pedro 1:13-16, o apóstolo nos exorta à santidade, em tudo! nos conclama a sermos reflexos da santidade de Deus. Talvez jamais sejamos condecorados pelo irmão do lado, ou por esta ou aquela irmã do círculo de oração, com o título honroso de "porta-vozes" de Deus, mas devemos ser santos, pois este é um título digno de recebimento. 
Seja qual for o título, cargo ou função que você exerça na casa de Deus, exerça com diligência este chamado! Glorifique a Deus todos os dias por tê-lo chamado, por confiar a você algo. Não se preocupe se os outros não te vêem ou fingem não te ver e te chamar pelo mesmo "título" que Deus te chama. Quem te chamou primeiro foi Deus, depois vieram os homens.... fique então com a primeira opção!

8 de nov de 2010

O DEUS que ouve e muda situações!


Naqueles dias, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele Isaías, filho de Amoz, o profeta, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás. Então, virou Ezequias o rosto para a parede e orou ao SENHOR. E disse: Ah! SENHOR, lembra-te, peço-te, de que andei diante de ti em verdade e com coração perfeito e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. Então veio a palavra do SENHOR a Isaías dizendo: Vai e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos".
(Isaías 38: 1 a 5)
Ezequias, rei de Judá, certa vez adoeceu de uma enfermidade mortal. O profeta Isaías lhe assegurou que morreria. Mesmo sendo Ezequias um rei e já tendo recebido uma sentença, se pôs a orar e o improvável aconteceu: Deus ouviu sua oração e mudou os planos que Ele mesmo fizera! O profeta nem tinha deixado o palácio quando Deus lhe falou novamente, enviando-o de volta com uma mensagem consoladora: Deus concedeu a Ezequias mais quinze anos de vida.
No entanto, Deus nem sempre responde a oração de Seus filhos tão rapidamente. É mais comum se passar um bom tempo antes dEle responder, pois Seus pensamentos e intenções são mais altos que os nossos. Contudo, não importa o tempo decorrido; Ele ouve nossos clamores! A Bíblia está repleta de exemplos desse fato, e os cristãos podem comprovar isso na prática. Certa vez, assistindo a um programa de televisão, ouvi certa "celebridade", falar sobre sua fé: ... "eu creio em Deus e o que se passa em minha mente é importante pra mim, quando falo com Deus, mantenho uma espécie de monólogo, onde desenvolvo pensamentos de gratidão, que envio para um lugar desconhecido, esperando quem sabe, receber resposta". Que palavras tristes!! Elas revelam que tal pessoa não tem a menor idéia do que é crer em Deus de verdade! Infelizmente, milhões de pessoas pensam de forma semelhante. O rei Davi, contudo, tinha uma fé genuína. No Salmo 65:2, ele se dirige a Deus dizendo: "Ó Tu que ouves as orações! A Ti virá toda a carne". Davi, assim como muitos cristãos, pôde comprovar que o nosso Deus é o Deus que ouve nossas orações.
Vamos orar! Deixe, quem quiser, duvidar! Deixe, quem quiser, difamar! Não perca o foco! O profeta entregou o que o SENHOR mandara ao rei, mas era do SENHOR a decisão de mudar ou não a sentença. Lembre-se, a última palavra é do SENHOR.
Missionária Elaine de Almeida (AD. Ministério de Paracambi)

Nunca Pare de Lutar

3 de nov de 2010

Clamai ao SENHOR!!

E achamos que nós temos problemas!
É fácil perder a perspectiva correta quando olhamos ao nosso redor, e vemos o que acontece. Há lugares em que as pessoas lutam pela sobrevivência, enquanto noutros matam-se umas às outras.
Se as dificuldades dos últimos anos nos fazem desejar os velhos bons tempos, talvez ainda não tenhamos lido a respeito dos verdadeiros tempos difíceis relatados pelo profeta Joel.
Em Judá, os implacáveis gafanhotos tinham devastado a terra. Os vinhedos estavam arrasados e os sacerdotes nada podiam colher para a oferta do cálice. Fiqueiras, romãzeiras, palmeiras e macieiras estavam arruinadas. Toda a estrutura agrícola, que era a base vital da economia na Judéia, fora exterminada. De fato, como Joel descreveu, "se secou" até mesmo a alegria dos homens (Joel 1:12). No momento em que, provavelmente, muitos levantaram seus punhos contra Deus, e abriram suas bocas para murmurar, por Ele ter permitido tamanha devastação, Joel alertava o povo avisando-os que, era tempo de ir à casa de Deus e clamar ao Senhor.
A nossa  resposta é sempre a mesma.... Quando há problemas em nossa vida, igreja, família ou ministério, nosso único recurso é nos voltarmos para Deus, clamar por Ele e confiar nEle, sem falhar ou duvidar. Não importam quais serão as calamidades que nos afligirão. Esta deverá ser a nossa grande estratégia.
"Clamai ao SENHOR", em todo o tempo.

Postagem em Destaque

Ele precisa ser INCRÍVEL!!

Li estas palavras no site de uma jovem: "Eu quero ser amada, e ele precisa ser incrível!" Achei interessante a expectativa de...