27 de mar de 2013

Me Gastarei e Ainda Me Deixarei Gastar...

Para a conversão, leva-se apenas um instante, mas transformação envolve toda a vida. Quando se viaja para outro país, é praxe trocarmos os nossos reais por dólares e até os dólares pela moeda do país que iremos visitar, facilita muito e podemos pagar as despesas com mais tranquilidade. Quando nos convertemos, nossas vidas são como a moeda que trocamos, nossos valores são mudados e com a mesma intensidade de antes. Trocamos nossa vida antiga por uma nova e depositamos nessa nova vida todas as nossas expectativas e começamos a investir nela. Ao invés de nos cansarmos pelas causas deste mundo e sua banalização ao que é correto aos olhos de Deus e bom para nós, podemos começar a desgastar-nos pela causa de Jesus Cristo.
O apóstolo Paulo exemplifica essa diferença. Após sua conversão no caminho de Damasco (Atos 9). Naquele instante, em que caía do cavalo, sua vida antiga também caía por terra! Ele a partir dali começou uma nova vida, sendo radicalmente um novo homem. Em vez de perseguir cristãos para matar, ele agora buscava os não-cristãos para falar-lhes do amor de Jesus e oferecer a Sua salvação. Paulo investiu, entregou e ofereceu o resto de sua vida à serviço do Reino e edificação de seus filhos espirituais. Para a igreja de Corinto ele escreveu: "Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol da vossa alma" (2 Coríntios 12:15).
A conversão vai muito além de mudar o nosso destino final. É a mudança do investimento diário de nossas vidas.

22 de mar de 2013

Esperar só em DEUS!


Ter amigos é muito bom, é saudável e todos nós, se interrogados, temos um nome em mente que chamamos de “melhor amigo”. Tem amigos que são para bate-papo, outros são mais chegados e compartilhamos coisas da vida e até particularidades. Assim sendo, quem se acanharia em pedir um favor ou uma ajuda a um amigo? O ruim é que às vezes confiamos tanto em um amigo (ser humano) e na sua capacidade ou no quanto ele poderia dispor para nos ajudar, que esquecemos de dar ao Senhor o devido lugar em nossa vida. O lugar de verdadeiro amigo que pode tudo!
Eliane e Alana, eram amigas, conversavam sobre tudo e até se ajudaram em diversas fases de suas vidas. Quando Alana rompeu com o namorado de anos, Eliane estava lá, segurando a barra e ouvindo os lamentos de Alana. Por ser Eliane uma obreira da casa do Senhor, mulher com alguma experiência em relacionamentos e com um ministério voltado para as mulheres, estava sempre aconselhando, orando e procurando suprir algumas carências de Alana. Saíam juntas, almoçavam e preenchiam horas conversando e clareando as idéias. O tempo passou, Eliane mudou de cidade e a amizade continuou... Alana tinha uma posição privilegiada em relação a finanças, ganhava bem e estava sempre dando presentes. No dia do aniversário de Eliane, Alana depositou uma quantia significativa para compra de um presente e sempre dizia que em qualquer tempo que Eliane precisasse dela, ela estaria pronta a ajudar, era só ligar! Elas se falavam por telefone e trocavam e-mails semanais. Apesar da comunicação freqüente, a amizade ficou mais devagar, não se viam tanto. Eliane por sua vez, continuou sua jornada de trabalho e afazeres do dia-a-dia. Passados uns meses, Eliane enfrentou um problema de saúde que acabou com suas economias e seus rendimentos não foram suficientes; isso gerou um desconforto e ela precisava de ajuda, muita ajuda!! Como eram amigas e confidentes, Eliane não hesitou, fez uma oração rápida após fazer os cálculos de quanto precisaria e escreveu um e-mail para Alana, detalhando a situação e pedindo ajuda. Também enviou uma mensagem para o celular de Alana, pedindo a essa que visse o e-mail. Depois de dias de agonia e vários reenvios das mensagens, Eliane recebeu uma mensagem rápida de Alana que dizia: Amiga, estou de férias, não estou na cidade “tal” e não sei do que se trata. Já orei por você e Deus vai te ajudar! Eliane ficou meio atônita ante a tela do telefone. Como assim? Se não sabe do que se trata, como já orou por mim? :/
Naquele momento, Eliane entendeu algo que na verdade ela já sabia, algo que ela sempre falava em suas pregações, palestras e aconselhamentos: “Sua confiança tem que estar no SENHOR”! E, só nEle.
 Não importa o número de amigos que temos ou quão abastados financeiramente eles são, o único amigo que nunca lhe deixará é o Senhor. Ele nunca vai deixar de ler seus “e-mails”, ouvir suas orações ou te socorrer na hora da angústia. Amigos, é muito bom tê-los, mas não substituem nunca o amigo verdadeiro, Jesus Cristo! Pare agora e diga para O Senhor Jesus, que Ele é seu amigo insubstituível. Que você o ama e quer ter um relacionamento verdadeiro e íntimo com ele.

14 de mar de 2013

Anda Logo!


Enquanto atravessava entre avenidas, no centro da cidade, acabei correndo para a calçada por escutar alguém falando muito alto, gritando mesmo: Anda logo! Anda logo! Quando entendi a situação, vi um  carro parado ainda no semáforo, embora este já estivesse verde para ele, com um motorista mais parado ainda, tamanha a estranheza do fato. Todos que passavam por ali, ficaram um pouco assustados e confusos de onde vinha a voz. Um carro atrás do que estava parado, com um alto-falante, e por ele, o motorista gritava várias frases e palavras para despertar o pobre motorista do carro da frente a sair do lugar. Finalmente, o motorista saiu com o carro, ainda olhando meio assustado. Ao entender a cena, fiquei inconformada com tamanha impaciência e falta de educação!
Às vezes, as pessoas pensam que Deus é assim, irritado, impaciente, mal educado e pronto a gritar com elas  por meio de algum alto-falante divino. É claro que Deus tudo pode, tudo sabe e tudo vê. E, o salário do pecado é a morte! 
É bem verdade que as ações de Deus em relação aos Seus filhos, mesmo quando vacilantes ao longo da vida e da caminhada cristã, provêm de Seu paciente amor, de Sua infinita misericórdia.
Em 2 Tessalonicenses 3:5, o apóstolo Paulo desejava que os tessalonicenses compreendessem isto e por isso orou: "Ora, o Senhor encaminhe o vosso coração no amor de Deus e na paciência de Cristo".
Deus o ama e tem um plano maravilhoso e glorioso para sua vida. Deus está agindo em nossas vidas e cumprirá Seus propósitos. Pode sim, haver momentos em que Deus corrija amorosamente Seus filhos, mas Ele não gritará conosco impacientemente.