27 de mar de 2015

JESUS o Caminho da Salvação.


...Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. (João 14:6)

Certo dia, enquanto estava no centro da minha cidade natal, chamei um táxi. Quando entrei, percebi que vários panfletos de propaganda estavam presos nas costas do banco da frente. O motorista percebeu que corri os olhos por toda aquela papelada e começou a falar... Os papéis referiam-se a um místico que afirmava fazer e acontecer.  O motorista afirmava que este místico era muito bom e que era o melhor dos nossos tempos. Ele acreditava que Deus designara diversos líderes para todas as eras e que Jesus havia sido apenas mais um líder de sua época.
É claro que discordei. Enquanto conversávamos, mencionei as palavras de Jesus: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (João 14:6). Expliquei que a ideia de que Jesus foi apenas mais um líder, era errada e enganosa e que só em Jesus havia salvação e vida eterna. ao contrário do que cria o taxista, Jesus não fora apenas um de uma série de líderes religiosos iluminados. Ele é o único e verdadeiro caminho para conhecermos a Deus e somente através dEle podemos chegar ao céu.
Sendo ele o "Filho do Deus Vivo", Jesus não simplesmente declarou ser a autoridade espiritual definitiva. Ele o provou com Sua morte e ressurreição. Cristo ofereceu "...para sempre, um único sacrifício pelos pecados" (Hebreus 10:12).
Jesus disse a respeito de si mesmo: "...estou no Pai, e o Pai, em mim" (João 14:11). Portanto, não necessitamos de qualquer novo caminho de salvação que não seja o Senhor Jesus. A nós importa aprendermos mais de Deus e sobre Jesus Cristo. Ele é o único caminho e a única verdade.

26 de mar de 2015

Uma Oportunidade Para o Poder de Deus

Quando Helena estava cursando o ensino médio, tinha muito medo de algum dia enfrentar uma doença grave. Por força da carreira que escolhera, ela lia muito e sobre vários temas. Os temas sobre doenças graves, sempre a deixavam pensativa e temerária. Então, ela começou a orar, pedindo a Deus que a livrasse, se um dia tivesse uma doença dessas. Passados alguns meses, foi convidada por amigos a participar de um culto jovem e naquele dia entregou sua vida à Cristo. Independente de qualquer  coisa, continuava a orar por tal livramento.
Anos depois, num exame de rotineiro para ingressar na carreira escolhida, foi diagnosticada com um tumor cancerígeno, tratou-se com quimioterapia, foi curada. Helena, quando perguntada sobre esse episódio de sua vida, afirma que por ter entregado sua vida a Cristo, estava pronta para passar por isso. Na sua fraqueza, sua pouca força, Cristo que já estava ouvindo suas orações a muito tempo, a fortificou e esta foi só uma oportunidade para que o poder de Cristo fosse manifesto em sua vida.
Quando lemos a passagem bíblica de 2 Coríntios 12:9, podemos observar na vida de Paulo que ele também se entregou à Cristo. Sua entrega aconteceu de maneira mais intensa, após o "espinho na carne" ter se desenvolvido (2 Coríntios 12:7). Paulo orou insistentemente sobre esta dificuldade, suplicando a Deus que retirasse. Mas Deus respondeu: "...A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza..." (v.9). Entendendo isso, Paulo toma um caminho de quebrantamento e vê com bons olhos a situação, pois sabe que Deus está no controle e diz: "...De boa vontade pois, me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo..... Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte" (vv. 9-10)
Ao enfrentarmos nossos medos e lutas, é importantíssimo que nos rendamos por completo à Deus. Quando fazemos isso, Deus até mesmo usa nossos problemas como uma oportunidade para manifestar o seu poder.

6 de mar de 2015

Por que EU?

Há alguns anos, um jovem desleixado e desajustado chamado Nilton converteu-se a Jesus numa programação missionária. Passados alguns dias, ainda sujo, mas totalmente lavado no amor de Jesus Cristo, esse mesmo jovem foi encaminhado à minha casa para que eu o ajudasse a encontrar uma igreja adequada e também ensiná-lo a palavra de Deus. Ele desde então, começou a frequentar a nossa igreja.
Embora Nilton ainda precisasse de muita ajuda na higiene pessoal, para aprender o básico para conviver em sociedade, uma característica permaneceu inalterada: o amor incorrigível pelo Seu Salvador. Ele se alegrava em escutar sobre Jesus e seus milagres e todos ficavam admirados com tamanha atenção dada às palavras do professor da escola dominical. Muitas vezes Nilton chegava às lágrimas com as situações ali faladas.
Em um domingo, após a escola dominical, Nilton me procurou apressado e parecendo não acreditar, lamentou: "Por que eu? Eu fico me perguntando, por que eu? Pensei: ele se tornou outro cristão que gosta de reclamar. Mas ele continuou, abriu os braços e disse: "De tantas pessoas que existem no mundo, melhores e mais inteligentes do que eu,por que Deus me escolheu?" E alegremente bateu palmas e deu um saltinho, dando-se conta do tamanho do presente que recebera.
No decorrer dos anos, ouvi muitos cristãos, (falo de mim também), perguntarem: "Por que eu?" em tempos de dificuldade. Mas Nilton foi a primeira pessoa que ouvi usando esta frase referindo-se às bençãos de Deus. Muitos se converteram naquela mesma noite, inclusive ele. Imagino quantos já se perguntaram humildemente: "Por que eu?".
Que nós também possamos fazer essa pergunta, constantemente e com humildade. Nilton hoje, é Presbítero em uma igreja evangélica, casou-se com uma jovem dedicada e está totalmente comprometido com o Senhor Jesus e a obra missionária. Da última vez que estivemos juntos, ele me contou que está trabalhando com um jovem desleixado e desajustado... vejo a história se repetindo.

Com que Roupa Eu Vou?

O despertador para de tocar, abro os olhos ainda sonolenta, já é de manhã. A gente  fica deitada na cama pensando, e faz a mesma pergunta todas as manhãs: "O que vou vestir hoje?" Pensando no decorrer do dia, onde preciso ir, o que vou fazer, com quem vou encontrar... Na verdade nada há de especial, apenas a mesma rotina. Ouvimos a previsão do tempo, espia lá fora, e decide: "hoje vou vestir tal roupa".O que vestimos é importante, pois queremos nos vestir de forma adequada e ter uma boa aparência. Além disso, quando estamos com boa aparência, passamos o dia com mais confiança e energia.


Novas Vestes
O Senhor Jesus se preocupa com o que vestimos. Mas Ele está mais interessado em nossas vestes espirituais. O apóstolo Paulo em Colossenses 3 enumera as virtudes com as quais devemos nos revestir todas as manhãs: paciência, mansidão, humildade, bondade, compaixão. ao fazermos uso destas virtudes, lidaremos de forma apropriada com as situações que surgirão ao longo do dia. Nossas amizades se fortalecerão e sentiremos satisfação em agradar ao Senhor.
Como têm sido seus dias? Como têm sido seus relacionamentos sociais? Agradáveis, problemáticos, cheios de ressentimentos, ira e dores? Quem sabe se não está precisando revestir-se com novas vestes? (Colossenses 3:12).

Encorajamento Gera Realizações.

A carta que um soldado escrevera enquanto lutava na Segunda Guerra Mundial, foi entregue por engano em uma fazenda do interior. Ele recebeu o endereço de uma jovem mulher e lhe escreveu, não imaginando que ela já fosse casada. Ao receber a carta, a destinatária a mostrou à sua irmã solteira, a qual achou que, numa guerra, o mínimo que poderia fazer era responder a carta do soldado com uma nota de encorajamento. Era a atitude mais patriótica possível, naquele momento.
Uma carta, depois outra, mais outra e rapidamente tornou-se um hábito notável e resultou num romance. Um ano havia se passado depois da primeira carta, o soldado e a moça estavam casados.
Nem todas as notas de encorajamento resultam em relacionamentos de longa duração, como nesta correspondência entre duas pessoas que se tornaram meus tios. Mas esta história de amor a longa distância, que se iniciou com o sentimento de dever da minha tia, lembra-nos de que escrever às pessoas que necessitam pode trazer-nos grandes recompensas.
Assim como o apóstolo Paulo enviou mensagens animadoras de esperança às igrejas, nós também podemos servir a Cristo e levar conforto por meio de cartas atenciosas.
Alguém sofreu uma perda? Escreva uma nota de condolências. Amigos conseguiram uma vitória? Alegre-se com eles. Encoraje um obreiro, ou um missionário, com um cartão ou uma carta de conforto. Esse encorajamento gerará realizações.
(Trcrt).

Postagem em Destaque

Ele precisa ser INCRÍVEL!!

Li estas palavras no site de uma jovem: "Eu quero ser amada, e ele precisa ser incrível!" Achei interessante a expectativa de...